sábado, 13 de fevereiro de 2010

13.02.1965 - "Uma estrela da noite para o dia!!!"

Maria Bethânia comemora seus 45 anos de carreira neste dia 13 de fevereiro, data em que estreava como cantora profissional ao lado de João do Vale e Zé Keti, substituindo Nara Leão. Tentar relatar em algumas linhas o sucesso que a nossa homenageada alcançou ao longo desses anos é uma empresa que se revelou impossível desde o momento em que pensei escrever sobre os 45 anos. Escrever sempre é bom, pois nos obriga quase que sempre a organizar nossas idéias confusas, a elencá-las numa dada ordem para expressá-las de forma clara e muitas vezes precisa. Isso é difícil, caros. Falar de Bethânia para mim envolve paixão, adjetivos barrocos, arroubos de elogios, envolve um sentimento de amor que dificulta um pouco fazer a coisa “fria”. Portanto, não farei desta forma. Dei essa volta, como que se estivesse fugindo da tarefa, por achá-la complicada. Muito já se disse, praticamente tudo já se debateu sobre nossa amada Maria Bethânia. Sua teatralidade pungente, sua religiosidade comovente, sua interioraneidade sem afetações, seu respeito aos pais, seus espetáculos encantados, seus discos, descobertas de raridades – e o compartilhamento, anúncios de parcerias, motivos de seus desentendimentos Brasil afora...
.
.
.
Refletindo sobre isso, penso na Re(Verso), um grupo que se organizou em torno dessas questões. Orbitamos na mesma trilha de cores, dores, sabores e amores que d. Maria espalhou ao longo desses anos de carreira, reunindo esses fragmentos num painel virtual, conectando pessoas dos mais diferentes estados, tornando-os amigos (e às vezes desafetos). De uma coisa que aprendi nestes anos de bethaníaco: d. Maria não pode ter fãs contidos. Somos todos apaixonados, entramos com as vísceras na comunidade, postamos, discutimos, gritamos, declaramos nosso amor, fazemos tatuagem, nos endividamos para comprar CDs, ir aos shows, fazer peregrinação a Santo Amaro da Purificação, ficamos com ódio, queremos ser recebidos, queremos ficar distantes... Nenhuma atitude ponderada, nenhum tempero neutro. Não dá para ser assim. Porque ela mesma não é temperada. Ela mexe com nossas paixões de uma maneira violenta. A percepção sensorial de um show de Bethânia é de uma violência para nossos sentidos que nem mesmo percebemos na hora. Nossos ouvidos são arrebatados pela força da sua voz, por sua pronúncia metrificada das palavras, nossos olhos são banhados por seu gestual barroco, por sua figura personalística (com seu nariz pronunciado, seus cabelos revoltos), por sua postura, pelo chicotear do fio do microfone... Engolimos Bethânia com nosso paladar (que acostumou ser cada vez mais refinado e nos enche de ódio quando nos deparamos com alguma “pedrinha no feijão” – uma marcação fora do compasso, uma desafinação ou mesmo o esquecimento da letra de alguma música) e quando ela sussurra, ao fecharmos os olhos, sentimos como se ela estivesse tocando nossa pele e soprando no nosso ouvido. Fica feito Tatuagem, é Festa, Amor, Sedução mesmo. Concordo com o ‘errinho’ da Saraiva; d. Maria é mesmo puro amor, festa e sedução!

Um brinde a estes 45 anos de carreira! Pq d Maria está só.... começando.

Élvio Cotrim
.
.
.
Para este brinde, tão bem sugerido por Élvio, pelos 45 anos de carreira (estréia profissional) de MB, separamos um trecho de um show do começo dos anos 80, inédito, mas, o trabalho de recuperação da fita está insano, atrasou, só terminaremos lá para o dia 23...
.
.
.
Então convido os reversianos, a juntos montarmos um painel destes 45 anos de carreira! Que cada um mergulhe nos seus baús (físicos e/ou emocionais) e poste aqui entrevistas, fotos, trechos de shows, música, não precisa ser nada inédito, mas algo que Dona Maria nos apresentou, e foi um momento marcante em/para você (se for possível, com o pq do momento escolhido, ter ficado marcado)AQUI NO BLOG, O PESSOAL PODERIA NOS 'COMENTÁRIOS', RELATAR ALGUM CASO BACANA, UM ENCONTRO COM MB, UM FATO QUE FICOU MARCADO POR UMA MÚSICA DELA.... Aceitam o convite para a construção deste mosaico Bethânico?
.
.
.
Eu começo: MB nos jardins de sua antiga casa em Salvador (hoje ela mora em um apartamento). Um trechinho, mas que adorei ver. O vídeo é de 1998.
.
.
.

.
.
.

7 comentários:

HSLO disse...

Nunca tive a oportunidade de ir a shows fora da Bahia, mas já fui a vários aqui na Bahia.
Um dos momentos mais lindos que vivi aqui, foi o show Dentro do Mar Tem Rio, no Teatro Castro Alves, pra mim foi um dos registros mais lindos de Dona Maria. Foi o show que abalou a minha alma.

Parabéns a equipe do Blog Re(Verso) por esse amor e pelas belíssimas homenagens a nossa diva Maria Bethânia.

abraços

Hugo

Meggie disse...

Não posso aqui relatar um único momento, canção ou interpretação marcantes. Uma vez que Dona Maria é, para mim, a expressão máxima dos sentidos de minha alma, só posso dizer que, felizmente, essa mulher me absorve inteiramente.

Parabéns pela homenagem!!!
Comemoremos todos juntos. Viva, viva, viva Maria Bethânia!

Garoto disse...

É difícil mesmo dizer qual momento da carreira de Bethânia foi mais importante, uma vez que tudo o que ela faz é fantástico.Então, para não deixar de lado nada do que ela fez, vou relatar um momento marcante para mim,com a presença de Bethânia: Foi em 2007, quando estava de férias e viajei pro Rio.Na época ela estava em cartaz com "Dentro do mar tem rio", no Canecão. Tive o prazer de assistir ao espetáculo.Eu que sempre fui fã da cantora, fiquei encantando com aquele momento sublime de interpretação, expressão e musicalidade. Esse show e esta viagem foram importantes para mim, pois foi aonde conheci a minha esposa. A partir deste dia, começei a frequentar quando possível, os shows de Bethânia e sempre acompanhado de minha esposa.
E que venham mais 45 anos.

.doce de pimenta. disse...

Não posso aqui relatar um único momento, canção ou interpretação marcantes. Uma vez que Dona Maria é, para mim, a expressão máxima dos sentidos de minha alma, só posso dizer que, felizmente, essa mulher me absorve inteiramente.

Parabéns pela homenagem!!!
Comemoremos todos juntos. Viva, viva, viva Maria Bethânia!

Meggie

Anônimo disse...

Porque Bethânia vendeu esta casa? Era linda!!

Anônimo disse...

Parabéns à Bethânia e obrigada por esses 45 anos de encantamento.
Tenho vários momentos marcantes envolvendo Bethânia, seja assistindo a seus shows, ouvindo seus discos, batendo papo com amigos, visitando Santo Amaro, mas foi lembrar o primeiro show que assisti dessa cantora maravilhosa: A Cena Muda, no Teatro Casa Grande. Depois desse show, a Cena nunca mais foi a mesma.
Parabéns a todos do blog.
Adélia - Niterói - RJ

Anônimo disse...

Parabéns Bethânia! 45 anos de música de qualidade. Momentos marcantes: todos em que Bethânia está presente.
Beatriz
PS: Em que bairro fica o novo apartamento de Bethânia em Salvador?